A UFF/Angra

Histórico do Instituto

A história do Instituto de Educação de Angra dos Reis da Universidade Federal Fluminense, o IEAR-UFF, está intimamente ligada à experiência pioneira e inovadora proporcionada pela parceria entre esta Universidade e a Prefeitura Municipal de Angra dos Reis, em consonância com as experiências que se multiplicam em meio ao movimento de redemocratização do Brasil ao longo dos anos 1980, tendo como resultado a criação, na década de 1990, do primeiro curso de Pedagogia de Angra dos Reis, fruto de projetos de extensão universitária e assessoria pedagógica realizados pela Faculdade de Educação da UFF-Niterói.

O trabalho de professores da Faculdade de Educação com o corpo docente municipal de classes multisseriadas ganha força com a implantação do projeto de alfabetização de adultos, com a organização do curso de capacitação para professores do ensino regular e com encontros gerais de professores municipais. A partir dessas primeiras ações, a Prefeitura Municipal de Angra dos Reis, através da sua Secretaria de Educação, propõe a implantação de um curso de graduação em Pedagogia no município de Angra dos Reis identificado com a realidade local e comprometido com a escola pública, com o aluno trabalhador, com a criação coletiva dos processos e com a preocupação ecológica.

Entre o surgimento da proposta em abril de 1991 e a aula inaugural em junho de 1992, ocorrem vários encontros entre a Faculdade de Educação e o Poder Público Municipal com vistas à sua concretização e ao atendimento dos interesses e especificidades inerentes à parceria que então se inicia. Em caráter experimental, tal proposta, eivada pela luta por uma nova concepção e prática de formação de professores, coaduna-se com a possibilidade de uma formação continuada dos professores da rede pública de ensino, principal alvo do Executivo municipal. São formados, assim, grupos de trabalho para a produção de documentos, eixos curriculares, programas e ementas “disciplinares” com base nos debates sobre a formação do professor, sobretudo aqueles oriundos de suas associações representativas, quais sejam, a ANFOPE e a ANPEd. O curso de Pedagogia em Angra dos Reis é concebido então a partir de “eixos curriculares”, que articulam teoria e prática de forma dialógico-dialética, e posto em prática pelos princípios da base comum nacional, isto é, totalidade, movimento, contradição, historicidade e contemporaneidade. Os componentes curriculares, da mesma maneira, integram-se através de Núcleos de Estudos e Atividades Pedagógicas (NEAPs) de forma “interdisciplinar”, formando um “currículo pleno”.

Em 1992, é criado em Angra dos Reis o primeiro curso de Pedagogia da Universidade Federal Fluminense pela Faculdade de Educação de Niterói. Nos primeiros anos, seu funcionamento se dá apenas no período noturno e nas instalações de uma Escola Municipal, por concessão da Prefeitura, sendo o corpo docente constituído por professores lotados naquela Faculdade. Com o passar dos anos, contudo, ocorrem algumas lacunas no processo de desenvolvimento do curso como, por exemplo, a não realização de vestibulares e, consequentemente, o não ingresso de alunos novos durante o período compreendido entre os anos de 1996 e 2000.

A partir da expansão da UFF na esteira das recentes políticas de expansão das universidades federais (REUNI), o curso de Pedagogia ganha nova formatação e, assim, novo impulso.

Desse modo, é criado em 2008 o IEAR-UFF, dispondo de um corpo docente próprio e de instalações próprias disponibilizadas pela Prefeitura Municipal. Em 2010 é realizada uma nova reforma curricular tendo como nexo estruturante a mesma formatação em “grade curricular” e restabelece-se o ingresso de novos alunos no curso, com a reabertura do vestibular, interrompido desde 2006. A partir de então, o curso passa a funcionar também no período diurno.

Em 2011, a UFF, através do IEAR, reafirma o seu compromisso histórico com a formação e a educação pública ao criar dois novos cursos, a saber, o de licenciatura em Geografia e o de bacharelado em Políticas Públicas, ambos com o início previsto para o segundo semestre de 2012.

Curso: Políticas Públicas, Geografia e Pedagogia.

Scroll To Top