II ENPP

O evento foi realizado na Unesp/Araraquara.

Apresentação

O ano de 2014 marcou o surgimento do Encontro Nacional de Políticas Públicas, organizado e realizado no IEAR – Instituto de Ensino de Angra dos Reis da Universidade Federal Fluminense/RJ. Considerando o cenário de sucesso, e atendendo aos pedidos de continuidade, a Comissão Organizadora teve como objetivo, em 2015, por meio da II Encontro Nacional de Políticas Públicas, contribuir com o aumento dos espaços de debate e estreitamento das relações entre alunos dos diversos programas de graduação e de pós-graduações, dos mais diversos campos do conhecimento que se dedicam ao estudos e análise das políticas públicas, oferecendo espaço para apresentação e discussão de suas pesquisas, mesas de debate com profissionais renomados e trocas de conhecimento.
O II ENPP foi realizado na Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Araraquara, Departamento de Administração Pública, e teve como tema principal a importância da multidisciplinaridade e das múltiplas dimensões teóricas e empíricas que constituem a área de Políticas Públicas. Assim, o evento visou promover as conexões entre os pesquisadores de diversas áreas correlatas, como Ciência Política, Administração Pública, Sociologia, Economia, Direito, bem como os novos profissionais, alunos e acadêmicos do próprio campo das Políticas Públicas, trazendo como título-tema do evento “A Multidisciplinaridade das Políticas Públicas: da constituição do campo às formas de análise ”.
O II Encontro Nacional de Políticas Públicas foi composto para além de conferências de abertira e encerramento, de seis Grupos de Trabalhos que receberam propostas de autores de diversas regiões do país. Ao todo foram aproximadamente 350 inscrições de resumos entre os seis grupos propostos pelo evento. Cada GT foi composto por dois coordenadores discentes e dois coordenadores docentes que fizeram, em conjunto, a análise dos trabalhos recebidos. Ao final, foram selecionados entre 12 e 21 trabalhos em cada GT, com participantes de várias universidades – USP, UNESP, UFSCar, FESP/SP, UFPA, UFPR, UFG, UNB, UFF, apenas para citar algumas – distribuídos em todos eles.
A organização da II ENPP teve como função contribuir não apenas para o fortalecimento e promoção das instituição envolvidas, mas também suprir uma lacuna de espaços de debate sobre pesquisas, ensino e formação dos alunos e profissionais do campo das políticas públicas. É inevitável considerar o crescimento nas últimas décadas da utilização e promoção do termo Políticas Públicas no debate social e político, com destaque para o surgimento e expansão de novos cursos de graduação e pós-graduação que se estabeleceram com a nomenclatura “Políticas Públicas”; “Gestão de Políticas Públicas”; “Gestão Social”, “Política Social”, entre outros. Esse aumento se reflete na demanda por espaços de debate e de trocas que coloquem questões importantes aos participantes como a Multidisciplinaridade do campo, as possibilidades de atuação e pesquisa, as múltiplas lentes analíticas e os processos de compreensão das políticas públicas. Tomamos como ponto de partida, também, a contínua e profunda exigência de arenas de discussão, atualização e reflexão – pertinentes e essenciais na área da produção acadêmica no campo de públicas, em especial, na área de Políticas Públicas.

Scroll To Top